2014 Dinamizando a investigação e a educação para todos através da mobilidade no programa ACP Erasmus Mundus (Projecto DREAM) Bolsas de estudo para a Europa.

Projeto DREAM
Dinamizando a pesquisa e a educação para todos através da mobilidade nos países ACP Programa Erasmus Mundus

Prazo de inscrição: Outubro 31st 2014

O projeto DREAM (com apoio financeiro concedido pela Comissão Europeia através de tPrograma Erasmus Mundus) concede bolsas a estudantes de Grupo de Estados de África, das Caraíbas e do Pacífico (ACP) países e membros do pessoal para realizar um período de mobilidade, ou grau completo, em algumas das melhores universidades da Europa. Bolsas de estudo estão disponíveis para estudantes de mestrado e doutorado e também para funcionários (acadêmicos e administrativos) e incluem um subsídio mensal, viagens, seguro e propinas.

Bolsas de estudo:

As bolsas de estudo disponíveis Para candidatos do ACP:

  • Mestre:
    estudantes do Países da ACP dispostos a desenvolver a sua actividade numa universidade parceira europeia. A duração de um fluxo de mobilidade Master pode ser entre os meses 10 (um ano lectivo) e 24 (dois anos académicos), dependendo da duração dos estudos e correspondendo a uma bolsa mensal de 1.000 €.
  • Doutorado (mobilidade - busca sem grau):
    estudantes dos países ACP dispostos a desenvolver a sua actividade numa universidade parceira europeia. A duração de um fluxo de mobilidade de PhD é de 10 meses corresponde a uma bolsa mensal de 1.500 €.
  • Pessoal Acadêmico e Administrativo de uma instituição parceira dos países ACP que pretendem desenvolver a sua actividade numa universidade parceira europeia. A duração total da mobilidade é de 1 mês, correspondendo a uma bolsa 2.500 €.
  • Cada candidato seleccionado também beneficiará de um bilhete de ida e um seguro de saúde, acidente e viagem válido durante todo o período de mobilidade.
  • Os estudantes não serão obrigados a pagar quaisquer propinas na instituição de acolhimento, uma vez que as propinas (quando aplicável) para o período estabelecido de mobilidade serão totalmente cobertas pelo projecto.

Critérios gerais de elegibilidade
Para poder beneficiar de uma bolsa Erasmus Mundus no âmbito deste projecto, todos os candidatos dos países ACP que se candidatam a uma bolsa de mobilidade devem preencher os seguintes critérios gerais:

  • be nationals of one of the ACP Countries:

África Central: Camarões, República Centro-Africana, Chade, Guiné Equatorial, Gabão, República do Congo, São Tomé e Príncipe

África Oriental e Austral: Burundi, Comores, República Democrática do Congo, Djibuti, Eritreia, Etiópia, Quênia, Madagascar, Malaui, Maurício, Ruanda, Seychelles, Somália, Sudão, Sudão do Sul, Uganda, Zâmbia, Zimbábue

África Austral: Angola, Botsuana, Lesoto, Moçambique, Namíbia, Suazilândia, Tanzânia

África Ocidental: Benin, Burkina Faso, Cabo Verde, Gâmbia, Gana, Guiné, Guiné-Bissau, Costa do Marfim, Libéria, Mali, Mauritânia, Níger, Nigéria, Senegal
Serra Leoa, Togo

  • Não vivi, nem desenvolvi a sua actividade principal (estudo, trabalho, etc.), ao longo de mais de 12 meses, nos últimos anos 5, num dos países europeus (excepto Staff)
  • não beneficiou no passado de uma bolsa Erasmus Mundus para o mesmo tipo de mobilidade (excepto pessoal).
  • Possuir conhecimento suficiente da língua dos cursos ou de uma das línguas atualmente faladas nos países anfitriões.

Áreas elegíveis de estudo

De acordo com as orientações do programa Erasmus Mundus, os fluxos de mobilidade no âmbito deste projecto são possíveis nos domínios de estudo da 16:

  • Ciências Agrárias
  • Arquitetura, Planejamento Urbano e Regional
  • Arte e Design
  • Estudos Empresariais, Ciência da Gestão
  • Educação, Formação de Professores
  • Engenharia, Tecnologia
  • Geografia, Geologia
  • Humanidades
  • Línguas e Ciências Filológicas
  • Lei
  • Matemática, Informática
  • Ciências medicas
  • Ciências Naturais
  • Ciências Sociais
  • Ciências da Comunicação e Informação
  • Outras áreas de estudo

Cursos:

  • Os estudantes de mestrado podem candidatar-se a uma mobilidade de intercâmbio (sem diploma universitário) ou a um diploma completo na Universidade Europeia de acolhimento (diploma atribuído apenas por instituições europeias).
  • Para se qualificar para o mobilidade de troca, applicants must be enrolled in the 1st year of a Master programme at the University of origine in the ACP region and can apply for a maximum of 10 months mobility.
  • Para se qualificar para um mobilidade em busca de grau (grau completo), os candidatos devem ter concluído com êxito um grau 1st (programa de bacharel na região ACP). Candidatos de grau completo podem se inscrever em um programa de mestrado de um ano, correspondente a meses 10 ou um curso de Mestrado de dois anos, correspondente a meses 24.

Instituições

A parceria DREAM é composta por instituições parceiras 20 dos países ACP (12) e europeus (8), bem como por um grupo de instituições associadas de todo o mundo.

Confira a lista de instituições

Grupo Alvo I:

  • candidatos inscritos ou que tenham um vínculo formal com um dos instituições parceiras no momento da apresentação da sua candidatura.

Os candidatos devem ter o apoio formal da instituição (através de carta formal de apoio) para apresentar o pedido.

Grupo Alvo II:

  • candidatos inscritos numa instituição não parceira dos países elegíveis ACP
  • candidatos que tenham obtido um diploma universitário ou equivalente de uma instituição ACP (parceira ou não parceira), mas que não estejam atualmente matriculados, or
  • Os candidatos que tenham uma ligação formal com instituições não parceiras dos países terceiros da lista de países elegíveis no momento da apresentação do pedido.

Todos os candidatos são aconselhados a ter o apoio formal da instituição (através de carta formal de apoio) para apresentar o pedido

Grupo Alvo III:

  • candidatos que sejam nacionais de um dos países ACP e se encontrem numa situação particularmente vulnerável por razões sociais e políticas. Por exemplo:
    • ter um estatuto de refugiado ou beneficiários de asilo (internacional ou de acordo com a legislação nacional de um dos países beneficiários da UE), or
    • pode-se provar que eles foram objeto de expulsão injustificada da universidade por inclinações raciais, étnicas, religiosas, políticas, de gênero ou sexuais, or
    • pertencem a uma população indígena visada por uma política nacional específica ou por deslocados internos (pessoas internamente deslocadas).

Como aplicar:

Para maiores informações:

Visite a página oficial do projecto DREAM, dinamizando a investigação e a educação para todos através da mobilidade no programa ACP Erasmus Mundus

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, escreva seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site usa o Akismet para reduzir o spam. Saiba como seus dados de comentário são processados.